top of page

Crítica a uma apropriação unilateral de tecnologia: a análise do conceito de tecnologia social

Atualizado: 28 de fev.

Autoras(res):

Rafael Rodrigo Mueller;

Deise Luiza da Silva Ferraz.


Resumo: Nosso objetivo nesse ensaio é discutir, a partir de uma abordagem marxiana-lukacsiana, a apropriação unilateral da aplicação tecnológica da ciência que é realizada tanto por estudiosos voltados a produção de tecnologias convencionais quanto pelos teóricos que as refutam em nome da construção de uma nova tecnologia, dita tecnologia social. Assim, argumentamos que a tecnologia não é em si geradora das desigualdades econômicas que culmina na denominada exclusão social, tampouco, uma inclusão demandaria a refutação do conhecimento científico-tecnológico acumulado historicamente. Ao identificarmos possíveis limitações teóricas concernentes à ‘tecnologia social’, e que segundo a sua mesma matriz teórica, se contrapõe a uma ‘tecnologia convencional’, pretendemos expor a necessidade de uma apropriação de tecnologia que comporta em sua base epistemológica a sua vinculação direta à ontologia do ser social, conforme Marx e Lukács.


Palavras-chave: Ontologia do ser social; Tecnologia Social; Tecnologia Convencional.




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Prostituição: Para além do "ser ou não ser profissão".

Autoras(res): Marília Duarte de Souza; Deise Luiza da Silva Ferraz; Jade Mariá Pais Vaz de Melo. Resumo: Objetivamos analisar a prostituição enquanto atividade subsumida a um processo de produção e va

Comments


bottom of page