top of page

Modelo Hélice Tríplice: um mecanismo econômico e ideológico para concretizar os interesses do capital

Atualizado: 28 de fev.

Autoras(res):

Deise Luiza da Silva Ferraz;

Valéria Maruccih;

Daniela Chamberlain.


Resumo: Esse ensaio enfoca o processo de produção de conhecimento científico nas universidades e sua associação com os interesses do capital. Objetivando elaborar reflexões acerca do modelo conhecido como Hélice Tríplice, o qual contempla a parceria entre academia-empresa-governo, defendemos que o fundo público atua como um mecanismo econômico e ideológico que possibilita concretizar os interesses do capital. A elaboração deste ensaio foi concebida conforme entendimento e discussões de Tragtenberg e Oliveira sobre as relações entre o Estado e a iniciativa privada. O intuito é demonstrar que a (re)distribuição do fundo público tende a ser destinada ao atendimento dos interesses da classe capitalista, em função da própria natureza do Estado, que se revela no modelo Hélice Tríplice: academia-empresa-governo atuando sobre um mesmo eixo (interesses privados). A implementação do modelo Hélice Tríplice precisa ser analisada a partir da leitura materialista dialética e para além das suas formas de manifestação a fim de evidenciarmos a necessidade de intensificar as disputas pelo fundo público para a construção de conhecimentos e tecnologias que estejam à serviço da emancipação humana e não da perpetuação de sua alienação.


Palavras-chave: Hélice tríplice; Interesses do Capital; Fundo Público; Academia.





10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Prostituição: Para além do "ser ou não ser profissão".

Autoras(res): Marília Duarte de Souza; Deise Luiza da Silva Ferraz; Jade Mariá Pais Vaz de Melo. Resumo: Objetivamos analisar a prostituição enquanto atividade subsumida a um processo de produção e va

Comments


bottom of page