top of page

Um retrato da angústia: Expressões da questão social e adoecimento mental nos trabalhadores brasileiros.

Autoras(res):

Emilly Bezerra Fernandes do Nascimento;

Maria Augusta Bezerra da Rocha;

Janaynna de Moura Ferraz.


Resumo: O desemprego e a desigualdade social são algumas das expressões da questão social e constituem elementos fundamentais no processo de produção de saúde, inclusive, ambos considerados nas principais concepções de saúde no Brasil: a dos enfoques dos Determinantes Sociais da Saúde e da teoria da Determinação Social da Saúde. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é examinar os principais indicadores de adoecimento mental da classe trabalhadora no Brasil neste século a partir da análise de algumas expressões da questão social. O caminho metodológico abarcou revisão de literatura, breve análise documental e coleta de indicadores em fontes secundárias, pautando-se no método crítico-dialético e possuindo enfoque misto. A partir da discussão realizada pode-se perceber como a Determinação Social da Saúde é importante no processo saúde-doença, visto que os movimentos que se dão no âmbito macroestrutural possuem influência no adoecimento/na produção de saúde. Assim como exposto na realidade brasileira que apresenta avanço da desigualdade social, do desemprego e da fome condicionando um cenário adverso para o desenvolvimento saudável e produção de saúde, seja do ponto de vista objetivo na não garantia das condições mínimas de existência seja na dimensão subjetiva ao não contribuir com condições dignas de saúde mental.

Palavras-chave: Expressões da Questão Social; Desemprego; Adoecimento Mental; Saúde do Trabalhador.



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Prostituição: Para além do "ser ou não ser profissão".

Autoras(res): Marília Duarte de Souza; Deise Luiza da Silva Ferraz; Jade Mariá Pais Vaz de Melo. Resumo: Objetivamos analisar a prostituição enquanto atividade subsumida a um processo de produção e va

Comments


bottom of page